Notícias | Entretenimento
16/04/2018 - 21:28:30
Prefeitura de Varginha realizará atividades em comemoração ao Dia Nacional do Livro Infantil e de Monteiro Lobato
Com assessoria
Foto: Reprodução Internet
(Foto: Reprodução Internet)
A Prefeitura de Varginha, por meio da Fundação Cultural, da Casa da Cultura Nico Vidal e da Biblioteca Pública Deputado Domingos de Figueiredo, realiza atividades em comemoração ao Dia Nacional do Livro Infantil, que é celebrado em 18 de abril.
Uma palestra com o tema A Importância da Leitura, ministrada pelo professor e escritor Moacyr Valim Filho, para os alunos do Colégio Inova será a atração dessa terça-feira, 17, às 8h30. Já no Dia do Livro (18/04), data em que comemora-se também o Dia de Monteiro Lobato, haverá contação de história, com a professora Marli Pala, para alunos de escolas públicas. Todas as atividades serão na Casa da Cultura Nico Vidal (Praça Governador Valadares).
 
A bibliotecária Eliana Costa, da Biblioteca Pública de Varginha, ressalta que “ir à biblioteca é importante e fundamental para o desenvolvimento da leitura, e através dos livros é permitido viajar e conhecer diversas histórias, lugares e até pessoas; viajar é bom, mas viajar em uma boa leitura é melhor ainda”.
 
O diretor da Casa da Cultura Nico Vidal, Lindon Lopes, reforça que “a leitura tem o poder de desenvolver a capacidade intelectual e crítica das pessoas, devendo assim, fazer parte do seu dia a dia e desenvolver a criatividade em relação ao seu próprio meio e o meio externo. Quando a criança é incentivada a ler, ela se torna ativa e está sempre disposta a desenvolver novas habilidades e querendo sempre mais”. Em Varginha, a Associação Artística Janet Finatti desenvolve o projeto de Incentivo á Leitura que é integrado nas atividades de "Manutenção das Atividades Culturais 2018" e para comemorar o Dia do Livro e do escritor Monteiro Lobato confeccionou fantasias alusivas à data comemorativa que estarão nas atividades de quarta-feira para mais de 120 alunos que visitarão a Casa da Cultura nesse dia.
 
Sobre Monteiro Lobato – (fonte internet) José Bento Renato Monteiro Lobato foi um importante editor de livros inéditos e autor de importantes traduções; ficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo de sua obra de livros infantis, que constitui aproximadamente a metade da sua produção literária. A outra metade, consistindo de contos (geralmente sobre temas brasileiros), artigos, críticas, crônicas, prefácios, cartas, livros sobre a importância do ferro (Ferro, 1931) e do petróleo (O Escândalo do Petróleo, 1936).[1][2] Escreveu um único romance, O Presidente Negro, que não alcançou a mesma popularidade que suas obras para crianças, que entre as mais famosas destaca-se Reinações de Narizinho (1931), Caçadas de Pedrinho (1933) e O Picapau Amarelo (1939). Contista, ensaísta e tradutor, Lobato nasceu na cidade de Taubaté, interior de São Paulo, no ano de 1882. Formado em Direito, atuou como promotor público até se tornar fazendeiro, após receber herança deixada pelo avô. Diante de um novo estilo de vida, Lobato passou a publicar seus primeiros contos em jornais e revistas, sendo que, posteriormente, reuniu uma série deles no livro Urupês, sua obra prima como escritor. Em uma época em que os livros brasileiros eram editados em Paris ou Lisboa, Monteiro Lobato tornou-se também editor, passando a editar livros também no Brasil. Com isso, ele implantou uma série de renovações nos livros didáticos e infantis.
 
É bastante conhecido entre as crianças, pois se dedicou a um estilo de escrita com linguagem simples onde realidade e fantasia estão lado a lado. Pode-se dizer que ele foi o precursor da literatura infantil no Brasil. Suas personagens mais conhecidas são: Emília, uma boneca de pano com sentimento e ideias independentes; Pedrinho, personagem que o autor se identifica quando criança; Visconde de Sabugosa, o sábio sabugo de milho que tem atitudes de adulto, Cuca, vilã que aterroriza a todos do sítio, Saci Pererê e outras personagens que fazem parte da famosa obra Sítio do Picapau Amarelo, que até hoje é lido por muitas crianças e adultos. Escreveu ainda outras obras infantis, como A Menina do Nariz Arrebitado, O Saci, Fábulas do Marquês de Rabicó, Aventuras do Príncipe, Noivado de Narizinho, O Pó de Pirlimpimpim, Emília no País da Gramática, Memórias da Emília, O Poço do Visconde, e A Chave do Tamanho. Fora os livros infantis, escreveu outras obras literárias, tais como O Choque das Raças, Urupês, A Barca de Gleyre e O Escândalo do Petróleo. Neste último livro, demonstra todo seu nacionalismo, posicionando-se totalmente favorável a exploração do petróleo, no Brasil, apenas por empresas brasileiras.

Siga o Varginha Online no Facebook, Twitter e no RSS.

Comente a Notícia!

Últimas Notícias
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)