Coluna | Fatos e Versões
Rodrigo Silva Fernandes
Advogado e articulista político do Jornal Gazeta de Varginha. Escreve todas as quartas e sextas.
Rota do Sabor Gourmet; Samu deu chabu?; Troca de guarda; Importando apoio
23/08/2017

Rota do Sabor Gourmet

As inscrições para a Rota de Sabor Gourmet Edição 2017 já estão abertas. O evento gastronômico regional oferece ao público descontos em pratos especialmente montados. Restaurantes e bares de seis cidades do Sul de Minas poderão participar dessa edição, sendo elas: Varginha, Elói Mendes, Paraguaçu, Machado, Três Corações e Três Pontas. Neste ano, o Rota do Sabor Gourmet acontece entre 11 a 30 de setembro. Os estabelecimentos interessados deverão se inscrever até o dia 23 de agosto, presencialmente na sede da WEspanha ou no SEHAV ou através do e-mail: atendimento@wespanha.com.br.

Eleições 2018 – Parte 1

Pesquisa do Instituto Multi Dados, divulgada pelo PR, mostra que o governador Fernando Pimentel (PT) lidera a corrida ao Palácio da Liberdade com 28% das intenções de voto. O mais interessante do levantamento é que ele foi feito em 145 municípios mineiros. A segunda colocação está dividida entre os pré-candidatos Marcio Lacerda (PSB) e Dinis Pinheiro (PP). Cada um tem 12% da preferência do eleitor. A terceira posição é de Vittorio Medioli (PHS), que surpreendeu com 10%. Rodrigo Pacheco, deputado federal do PMDB, está com 6%. O levantamento da Multi Dados foi feito no período de 12 a 18 de julho. A eleição de 2018, para o governo de Minas, será decidida pelo interior. Na capital, a disputa será pulverizada. Pimentel não deve ter espaço em BH, tendo em vista que o eleitor é mais conservador e o combate à corrupção ganhou força na capital. O petista responde pela operação Acrônimo.

Eleições 2018 – Parte 2

Já no interior, ele lidera, mas não terá vida fácil! Porém, é de expressão significativa o crescimento de nomes como Márcio Lacerda, Dinis Pinheiro e até mesmo Rodrigo Pacheco. Lacerda tem dificuldades de viabilizar uma coligação. Mas trabalha para isso. Dinis Pinheiro cresce como opção do grupo tucano à recusa de Antonio Anastasia (PSDB) em deixar o Senado e voltar ao Executivo mineiro. Pode crescer ainda mais quando a campanha estiver nas ruas. Rodrigo Pacheco tem o currículo a favor dele, mas não tem o tempo, embora já tenha iniciado sua peregrinação ao interior.

Enquanto Lacerda, Dinis e Pimentel já percorrem o estado, Pacheco ainda terá uma primeira etapa a cumprir: viabilizar-se dentro do PMDB, que não bateu o martelo quanto ao rumo tomar em 2018. No entanto, sem dúvida, é o candidato mais temido pelo grupo petista, conforme lideranças da legenda. Enquanto não se viabiliza, o deputado federal quer ganhar espaço no cenário nacional. Depois da visibilidade que teve ao presidir a Comissão de Constituição e Justiça em meio ao julgamento do presidente Michel Temer (PMDB), Pacheco agora quer dedicar uma semana de discussão no colegiado às matérias ligadas à segurança pública.

Samu deu chabu?

A coluna recebeu informações de que na noite do último domingo (20/08) um homem teria sido atropelado no bairro Bom Pastor, em Varginha. No acidente a vítima teria fraturado a perna e os moradores próximos que acompanharam o caso chamaram a equipe técnica do SAMU 192, que é sediada em Varginha. Segundo as informações passadas, o Samu não prestou serviço a vítima alegando que “não possuía equipe e ambulância disponíveis”!! O caso é bem curioso e preocupante, uma vez que o fato aconteceu num domingo a noite, quando normalmente não se tem muitos chamados! Não havia nenhum grande evento ou tragédia ocorrendo na região que justificasse um deslocamento de ambulâncias para outro local: ou seja, a sede do Samu em Varginha realmente estava despreparada ou sem planejamento para atendimento! Vale lembrar que o Samu em Varginha, nos últimos tempos tem recebido inúmeros investimentos e obras de melhoria! Será que tá faltando planejamento ou competência?

Troca de guarda

Chega à coluna a informação de que a Justiça Eleitoral nas eleições de 2018 em Varginha terá novo comandante, uma vez que o juiz de Direito Oilson Hoffman, que estava como juiz eleitoral teria se aposentado! O magistrado Oilson Hoffman é dos juízes mais singulares que passou por Varginha. Audácia e coragem nunca faltou ao magistrado que já contraditou a imprensa, os advogados, os maus costumes do mundo jurídico e o próprio comando do Judiciário mineiro na busca de melhores decisões. Fez de tudo em busca de verdadeira Justiça aos que caíram em sua jurisdição! Dr. Oilson foi dos mais atuantes na melhoria da cadeia pública de Varginha, sendo severo com os desordeiros e bravo na defesa dos presos que buscam a remissão dos maus feitos e novo rumo na vida.

Na condução da Justiça Eleitoral o magistrado deve ter tido a maior de suas “dores de cabeça”, afinal, quem não tem “dor de cabeça com a vida eleitoral do Brasil, não é mesmo?!”. Dr. Oilson não é um “expert” na área eleitoral e nem concorda com o “jeitinho brasileiro” usado pelo comando das legendas, o que causou muitos desencontros entre a Justiça Eleitoral e os candidatos no último pleito em Varginha. Mas uma coisa é certa, o comando das legendas saiu das eleições 2016 com maior respeito à Justiça Eleitoral após a passagem do Dr. Oilson.

No comando do magistrado, a Justiça Eleitoral na cidade iniciou a biometria e caminha para a modernização e, espera-se, menor beligerância entre candidatos e a Justiça! Com a aposentadoria do combativo Dr. Oilson, a Segurança Pública municipal perde um grande apoiador. Na Justiça Eleitoral, provavelmente, o juiz Augusto Moraes Braga poderá assumir o comando, tendo em vista sua larga experiência na área e maior disponibilidade de “pavio e fígado” que o antecessor! De toda forma, é preciso destacar que o Judiciário Mineiro ficará menor sem a atuação do Dr. Oilson Hoffman! Este colunista não teve feliz a oportunidade de conhecer pessoalmente o magistrado, mas acompanhou seu duro trabalho e registrou suas muitas ações de coragem no Judiciário, o que talvez possa ter antecipado sua aposentadoria, mas certamente que o juiz deixa o trabalho com a consciência em paz!     

Perguntar não ofende

As coletas de sangue uma vez por semana são capazes de coletar todo sangue necessário para as cirurgias, banco de sangue e necessidade de hemoderivados da cidade e região? Quando voltaremos a ter coletas de sangue diariamente em Varginha?

A Procuradoria-Geral da Fazenda passou a cobrar só dívidas com o INSS acima de R$ 1 milhão. Não há previsão de quando sonegadores menores serão incomodados. Isso deve-se ao sucateamento da estrutura ou é um “perdão branco” aos devedores?

O concorrido e elogiado show promovido pela iniciativa privada no Parque de Exposições de Varginha no último final de semana é um “embrião da volta da Feira da Paz”? Ou foi apenas uma prova que a iniciativa privada é melhor gestora de eventos que o governo?

Rádio peão chegou a Coluna com notícias de que alguns integrantes da Guarda Municipal estariam ensaiando abrir vários processos contra a Prefeitura de Varginha em razão das ações “truculentas” do comando da Guarda! Será verdade ou apenas pressão?

Quais são as legendas e candidatos que estão com dívidas na praça? A coluna teve acesso a relação de devedores de empresas fornecedoras de material de propaganda, gráficas entre outros! Muitos dos devedores são políticos conhecidos na cidade!

Mapeamento da produção de Café

O Governo mineiro prepara o lançamento do Geoportal do Café, uma ferramenta com o objetivo de contribuir para a excelência de uma das principais atividades econômicas em Minas Gerais. A criação da plataforma tecnológica tem a participação da Emater-MG, Epamig e Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O objetivo do Geoportal do Café é mapear todas as áreas de cultivo no estado, com inserção de dados socioeconômicos e geoespaciais para subsidiar políticas públicas e investimentos privados de toda a cadeia produtiva. O café é a principal commodity agrícola de Minas Gerais, com relevância na geração de emprego e renda. 

A conclusão do mapeamento - que trará informações completas dos 451 municípios listados como produtores de café pela Emater-MG - está prevista para março de 2018. Minas Gerais produziu 30,7 milhões de sacas de café na safra 2016, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgados em dezembro do ano passado. Com esse número recorde, o estado foi responsável por 60% de todo o volume produzido no país, que foi de 51,3 milhões de sacas. Na prática, por meio do Geoportal do Café o produtor vai conseguir localizar sua propriedade nas glebas de café, o que será fundamental para melhor planejamento e gestão da atividade. Também para os gestores municipais e estaduais, os dados levantados e disponibilizados vão facilitar o direcionamento de ações para todas as regiões. Com o mapeamento haverá menos especulação de preço pelo mercado e teremos uma estimativa de safra mais exata.

Importando apoio

O vereador delegado Celso (PSB), a exemplo de muitos parlamentares no Brasil afora, tem usado do corporativismo da classe, comum na área de segurança pública, para conseguir apoio político. Ocorre que o vereador de primeiro mandato em Varginha não possui muitas “conexões políticas” em âmbito estadual e federal. Contudo, tem feito valer sua condição de delegado, servidor da área de segurança pública, para se aproximar de outros parlamentares também da mesma área. Foi assim que o vereador tem feito pedidos ao deputado federal e também delegado Edson Moreira para conseguir recursos de emendas parlamentares para gastar em Varginha. A ideia de conseguir recursos para Varginha é sempre boa, contudo, “não existe almoço grátis” e certamente o desconhecido deputado federal e delegado Edson Moreira vai querer votos na cidade, em troca de eventuais emendas! Para isso, o vereador de Varginha que esta a importar deputados vai ajudar a fracionar ainda mais o eleitorado local, dificultando que Varginha tenha deputados locais fortes e com identificação com a região?! A conferir!

Horário eleitoral nada gratuito!

R$ 1 bilhão é quanto o governo federal prevê de isenção para o horário eleitoral “gratuito” nas eleições de 2018. A isenção corresponde à quantia que a União deixa de receber em impostos das emissoras que veiculam a propaganda. O valor é quase o dobro do custo das eleições de 2016, que foi de R$ 576 milhões. Os dados são da ONG Contas Abertas.

Andança

Potencial candidato ao governo de Minas, o deputado federal Rodrigo Pacheco (PMDB), advogado e também presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, ministrou palestra sobre a reforma do Código de Processo Penal a alunos da Faculdade Kannedy, em BH. Rodrigo Pacheco também tem percorrido o Estado fazendo palestras e recebendo homenagens, muitas delas da OAB/MG. O parlamentar federal, ao lado de nomes como o advogado Gustavo Chalfun, Charles Vieira e Sérgio Leonardo são vistos como destaques da nova e respeitada geração de advogados estaduais que estão a frente de escritórios de sucesso.

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)