Coluna | Periscópio
Wender Reis
Pedagogo e Orientador Social, curioso observador de tudo que causa espanto no mundo.
De volta para o futuro
17/08/2017
Em uma das mais adoradas comédias de ficção científica de todos os tempos, o jovem  Marty McFly é transportado para a década de 1950, onde tem contato com o passado de sua família. Entretanto, acontecem imprevistos com a experiência do excêntrico Doutor Brown, o que deixa a estadia de Marty no passado cheia de aventuras.

Me lembrei deste filme assistindo ao noticiário na semana passada, muito em especial, com o tenebroso espetáculo de intolerância e racismo nos Estados Unidos. Ver grupos neonazistas unidos e fortes me fez querer voltar para o futuro, ou para alguma vaga ideia dele. Pois a impressão que tenho é que o futuro anda meio fora de alcance. O futuro está demodê. Contudo, eu não quero viver em um presente onde pessoas tentam exterminar outras por conta de sua cor, religião, opção sexual, etc.

Não distantes nos absurdos, aqui no Brasil, seguimos desenfreados no processo de desmonte da ideia de nação, que mesmo frágil, como sempre fora, ainda era uma ideia. Agora ela se esvai em cada direito sequestrado pelas reformas do presidente “interino”. Estamos nos desnacionalizando. Não tarda, seremos de fato um país de aluguel, se é que já não estamos alugados. Como não querer voltar para o futuro? Aquele que a gente até chegou a experimentar, mas que a corrupção endêmica desse páis nos tomou. Afinal, este presente não te parece passado? 

Não te parece passado um país sendo dividido? Caminho que em muito favorece discursos fundamentalistas, não demora, estaremos divididos em ordens, e quando falo em ordens, estou falando de grupos organizados em torno de ideais próprios.

O que mais futurista que universidades públicas sólidas e fortes? Pois aqui no Brasil nossas universidades federais e estaduais estão fechando as portas ou funcionando de maneira precária. Por falta de estrutura nossa ciência tem andado para trás. Quando vamos voltar para o futuro?

Exército nas ruas, não te parece passado? Cerca de 25% dos brasileiros declaram intenção de voto em um candidato abertamente fascista: defensor da ditadura militar, de política de extermínio e negação de direitos às minorias sociais. Nossa realidade distópica esta aí. 

Quando vamos voltar para o futuro? 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
02/11/2017 | Sociedade sem luto
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)