Coluna | Periscópio
Wender Reis
Pedagogo e Orientador Social, curioso observador de tudo que causa espanto no mundo.
Lembra o Dimas Fabiano?
13/04/2017
Como não lembrar de uma ascensão política tão fulminante como é o caso do “nosso” deputado, não é mesmo? 

Como esquecer campanhas tão opulentas e ostentosas? 

Como ignorar os inúmeros episódios de tramoia, com personagens de estirpes das mais duvidosas? 

Sim, sim, ninguém esquece. Afinal, como esquecer um político radicado na nossa cidade?

Pois bem, sabe aquela história de que o dinheiro não compra felicidade, mas manda buscar? Então, no caso do nosso “ilustre” Dimas Fabiano, se não podemos afirmar que o dinheiro dele comprou votos diretamente, podemos dizer que mandou buscar. Foi assim que sempre se elegeu. Se alguém duvida, que me contrarie. 

Com vida ativa no cenário político de Varginha, com braços em todo canto da vida pública da cidade, o deputado será investigado pelo Supremo Tribunal Federal. 

A empresa que ficou gigante através do dinheiro público, destinado a obras públicas, privatizou deputados e senadores. Os mesmos que aparecem com rios de dinheiro em campanhas eleitorais. A empresa ninguém esquece, como esquecer a Odebrecht? 

Mais que entrar em detalhes, até porque nem é preciso, o google está aí, basta uma pesquisa simples com o nome do nosso personagem e as evidencias saltarão aos olhos, quero apenas lembrar o roteiro básico da corrupção:

Imagine você que alguém, que aqui vamos chamar de chefe, pensando em favorecer empresas e políticos, decida pagar para alcançar seus objetivos, que geralmente são de conquistar cargos poderosos para si ou para seus comparsas dentro da administração pública, em secretarias e etc. Então o chefe, com poder de influenciar contratos na administração, utilizando dinheiro de propina, que para quem não sabe é aquele dinheiro que empresas pagam para agentes públicos favorecerem seus contratos com a administração, ou seja, pagam com o próprio dinheiro público, nosso dinheiro. 

Sabe a consequência disso? Enriquecimento de agentes públicos as nossas custas, desvio de dinheiro de hospitais, escolas, através de contratos fraudulentos. Daí você deve estar se perguntando: eu já vi esse filme. Sim, você já viu, todos vimos, e o final não é feliz para o povo. Como diz a sabedoria popular, onde há fumaça, há fogo. E todo mundo sabe de onde vem a lenha. 

Para encerrar, “nosso” deputado tem muita influência sobre a nossa atual administração, desde a prefeitura até a câmara de vereadores. Tirem suas conclusões. 

Comente!

 
Últimos artigos deste colunista
17/08/2017 | De volta para o futuro
19/07/2017 | Povo de estimação
11/07/2017 | Pedagogia do Frio
« ver todos
 
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunistas

Página Principal | Notícias | Entretenimento | Guia Comercial | Guia de Bares e Restaurantes | Guia de Hospedagem
SIGA O VARGINHA ONLINE Curta a Página do VOL no Facebook Siga o VOL no Twitter Fale conosco
Quem Somos | Entre em Contato | Cadastre sua Empresa | Cadastre seu Evento | Central do Usuário | Anuncie no Varginha Online

Todos os direitos reservados 2000 - 2014 - Varginha Online - IPHosting- Hospedagem de Sites (Parceiro Varginha Online)